Comprometa-se

    
    Se quer que algo dê certo, é preciso comprometer-se, o que significa formar um pacto de fazer com que tudo saia bem, significa estar envolvido em cada detalhe, implicado até o pescoço, sem volta, sem pensar em desistência, sem considerar nem por um segundo romper o trato.
Comprometer-se significa assumir a responsabilidade e estar atento ao que precisa ser feito e a cada necessidade que surge ao longo do caminho e, mais do que isso, significa a disposição de cumprir com o compromisso assumido com todo amor e boa vontade.
Toda relação, seja ela pessoal ou profissional, exige comprometimento e quanto maior o envolvimento emocional, maior é a exigência e necessidade mesmo de comprometer-se.
Na medida em que as pessoas baixam a guarda e se mostram realmente uma para a outra, se expondo verdadeiramente em busca de uma intimidade como meio de viver um amor, que é o auge de um envolvimento emocional, os vínculos vão se formando e se fortalecendo, mas a base de tudo isso tem de ser verdadeira. Não dá para fingir ser o que não é e ainda assim levar um relacionamento adiante. Assim, conhecer-se se faz necessário para quem deseja um relacionamento sério e duradouro.
Sei que as pessoas estão sempre em transformação, a vida muda e o que se quer hoje talvez não seja o mesmo de amanhã, as expectativas, muito provavelmente, serão diferentes. Porém quando se tem alguém, quando se divide uma vida com uma pessoa, quando se tem uma família, por exemplo, até as expectativas são compartilhadas, isto não significa que as pessoas ali envolvidas sempre irão querer as mesmas coisas, mas elas sempre estarão dispostas a ser francas e a ceder se preciso for, até porque, o objetivo de parcerias assim é manter a própria união, a chama do amor acesa e é claro que isso não é tarefa fácil.
Mas por que alguns conseguem? Por que alguns relacionamentos duram uma eternidade e parecem se renovar enquanto outros parecem apenas fogo de palha, qual o segredo?
Assim como as pessoas são muito diferentes umas das outras, os relacionamentos também são muito diferentes uns dos outros. Não é que exista uma receita para dar certo, afinal, um relacionamento está longe de ser como fazer um bolo, mas há aspectos que estão sempre presentes em relacionamentos duradouros, como, por exemplo, conhecer-se bem, quando o indivíduo se conhece bem, ele se mostra verdadeiramente para o outro, evitando que seu parceiro tenha expectativas inviáveis a seu respeito, o que acaba por ser muito positivo, pois evita inúmeras frustrações. Além disso, manter o vínculo com a realidade sempre, evitando iludir-se é fundamental, ninguém tem que amar alguém perfeito, até porque esse alguém perfeito não existe, todos têm defeitos e qualidades e esta condição não será diferente ao encontrar alguém, ou seja, fechar os olhos para quem realmente é a pessoa com quem está se envolvendo é um péssimo negócio. Outro aspecto muito importante é que cada um deve procurar ter uma vida para que com suas experiências possa ter o que compartilhar e assim manter a liga da união.
Se existe casamento perfeito?
Não existe nada perfeito neste mundo, o que existe é o desejo de ser feliz, é a busca pela felicidade e a real possibilidade de alcançá-la.
Felicidade nada tem a ver com perfeição, então, se quer um casamento feliz, tenha consciência de que a felicidade é um estado que independe das circunstâncias, dos altos e baixos, dos bons e maus bocados pelos quais um casal passa, então, assuma a responsabilidade e faça tudo acontecer.
Fica a dica, comprometa-se para ser feliz, porque felicidade é aqui e agora. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Vida só é Dura Para Quem é Mole

Por Que Focar na Felicidade?