Postagens

Não Aja Como Uma Pessoa Oca

Todos sabemos que a vida é o resultado das nossas escolhas. Isto somado as circunstâncias das quais não temos o menor controle. E ninguém está imune a isto, todos farão suas escolhas e pagarão o preço disto, ainda que se omitam, a conta chegará. Porém, é claro que não há ninguém em sã consciência que deseje se sabotar e jogar sua vida no lixo, embora por outro lado nem todos estão atentos ao que é preciso para que boas decisões sejam tomadas. A melhor forma de encarar o problema é se perguntar: o que deseja realmente? O que quer de verdade? O que considera importante agora? Como imagina o seu futuro? Saberia dizer o que será importante para você no futuro? De que forma a sua decisão afetará a vida das pessoas que o rodeiam? O que valoriza? Do que terá de abrir mão? O que terá de sacrificar? E não pára por aí, além de se indagar sobre diversas coisas relacionadas a decisão que precisa tomar, é preciso observar se aquilo que tende a escolher está de acordo com os seus valores, s

Contentar-se vs. Acomodar-se

Imagem
Quando falamos de contentar, falamos de realização de desejos, de satisfação, de tornar-se alegre, pelo menos este é o significado dessa palavra no dicionário. Porém, se pensarmos no seu significado apenas como realização de desejos e sabemos muito bem que nem todo desejo se realiza, podemos fazer a seguinte pergunta: será possível estar contente sempre? Será possível viver num estado de contentamento, como se não precisássemos realizar mais nada? E isto seria acomodar-se? Digamos que o contentamento é um estado difícil de ser alcançado para alguns, mas não impossível e irá depender do ponto de vista de cada um em relação à própria vida. Segundo a visão budista, o contentamento se dá quando se está satisfeito com o que se tem, ou seja, o desejo não está presente na equação, naquele exato momento, por exemplo, você acorda, abre a janela, vê a vista e se contenta em estar ali, sentindo-se alegre, não quer estar em nenhum outro lugar, nem pensa nisso. Este estado propicia a tranquil

Pare De Dar Desculpas

Imagem
          O motivo que faz com que alguém não realize, ou seja, não ponha em prática as metas e objetivos que estipulam para as suas vidas, se deve muito mais às desculpas que encontram para justificar a inércia do que de fato aos contratempos e impedimentos que a vida impõe algumas vezes.         O medo de não ser capaz, a acomodação ao seu modo de vida, que impede que um esforço seja feito na direção do objetivo, o apego a sua autoimagem, que impede a pessoa de correr o risco de fracassar e assim se ver como inferior àquela imagem que tinha na cabeça.  Todo esse cenário colabora para que a pessoa encontre as mais variadas desculpas para não realizar, como, por exemplo, eu não tenho tempo, agora não é o momento certo, melhor esperar até que as condições sejam apropriadas, preciso buscar uma melhor formação, preciso me preparar.  É claro que pode ser que aconteça de em algum momento a pessoa chegar à conclusão de que é sim preciso buscar uma melhor formação ou que o melhor é aguardar

Faça Por Merecer

Imagem
          A lei do karma , segundo o budismo, refere-se às consequências das nossas ações nesta ou em outras vidas. O que significa que não adianta fugir, porque uma hora seremos chamados a pagar, não tem como evitar, esta conta tem que fechar.           Com base nesse pensamento, eu concluo que não se pode perder nada que seja seu por mérito. Eu digo isso, porque na nossa sociedade atual, bastante materialista, cujos valores espirituais vêm sendo deixados de lado, é comum ver as pessoas numa luta constante ou para adquirir algo ou para mantê-lo, custe o que custar. O que, além de um desgaste enorme, leva ao pensamento de que os fins justificam os meios e sabemos que não é bem assim. Quando eu falo de felicidade e que este estado é o que nos leva ao sucesso, eu não estou brincando, levo isso a sério, até porque, só é possível vivenciar esse estado na medida em que se põe em prática valores que nada tem a ver com questões e anseios materiais, mas que acabam conduzindo à abundância.

Nunca Tripudie Alguém

Imagem
                    Há ocasiões em nossas vidas que fazemos questão de manifestar a nossa opinião, deixando bem claro os motivos que estão por trás de nosso modo de pensar, ainda que não tenhamos sido consultados, como se quiséssemos alertar as pessoas sobre um determinado assunto para que elas mesmas reflitam com maior seriedade antes de tomarem suas próprias decisões. Até aí nada de anormal nesse comportamento, principalmente, se estamos falando de pessoas com as quais temos algum vínculo. Porém, a partir daí pode ocorrer duas coisas, a primeira é que quem nos ouve pode não querer ouvir, ainda que tenha  solicitado a nossa opinião, pois se refletiu ou não sobre o assunto o fato é que já se decidiu, uma decisão nem sempre é baseada na razão, há outros fatores que influenciam a tomada de decisão de uma pessoa; a outra coisa é que quando decidimos nos expor dessa forma precisamos entender que não temos o direito de fazer com que a pessoa aja de acordo com o que entendemos como o certo