A Perspectiva Correta

        Como eu costumo dizer, a vida não pede permissão, ela acontece o tempo todo e pronto, é assim e não há nada que possamos fazer quanto a isso.
        Porém, podemos estar atentos aos detalhes que conduzem a uma vida plena e feliz, cheia de realizações que nos levam ao bem-estar e ao sucesso.
        Desejar coisas faz parte da natureza humana e o desejo em si não é bom ou ruim, apenas dependente da perspectiva correta e do que realmente importa nessa vida.
        Ter consciência de que aquilo que fazemos tem um efeito direto, ou seja, de que “aqui se faz, aqui se paga”, como diz o ditado, é fundamental para que possamos nos guiar num caminho sem grandes tropeços. Assim, fica fácil pensar que não devemos fazer nada que não gostaríamos que fizessem conosco. A partir daí, vale a pena refletir sobre nosso próprio comportamento no trabalho, por exemplo, sobre como costumamos agir quando recebemos ordens ou uma tarefa, sobre como abraçamos nossa responsabilidade, se realmente fazemos ou não o nosso melhor, e por aí vai.
        Todas essas observações são muito importantes e nos conduzem a compreensão de que nada é para sempre nessa vida, até porque, quando começamos a fazer pequenos ajustes no nosso modo de agir, sempre atentos e nos colocando no lugar do outro, percebemos que as coisas começam a mudar e para melhor, nossas relações, tanto profissionais quanto pessoais, melhoram muito e assim começamos a entender que a impermanência das coisas não é algo ruim, embora muitas vezes a vemos como vilã, pois quando algo bom acontece, queremos que dure para sempre, pelo simples fato de que sim, em geral somos ignorantes quanto ao fato de que tudo está em constante transformação e desavisados nos apegamos às pessoas, às condições, ao dinheiro, às coisas materiais, o que certamente nos leva a infelicidade e ao fracasso, mas se mantermos o foco na maravilhosa possibilidade que essa eterna transformação pode nos trazer, tendo em mente que “não há bem que sempre dure nem mal que nunca se acabe”, nossos corações começam a se apaziguar e começamos a entender que nosso poder está exatamente no entendimento correto da vida.
        A alegria de fazer o que é certo, sempre se colocando no lugar do outro e a revelação de que nada é para sempre nos afasta do apego e nos faz aceitar que, de fato, nada se leva dessa vida, senão a felicidade de trilhar um caminho reto, no sentido de se pautar pela conduta baseada no amor ao próximo e em valores que, naturalmente, nos farão desejar cada vez mais praticar o que é correto, o que é bom, tanto para cada um de nós quanto para aquele que está a nossa volta, gerando assim ótimas relações, um ambiente de confiança e excelentes possibilidades para uma vida próspera e feliz.
        Fica a dica, tenha a correta perspectiva para ser feliz, porque felicidade é aqui e agora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Autoconhecimento Vs. Autoimagem

Um Choque de Realidade

Seja Otimista