O Superpoder de Quem é Feliz


        Falar em felicidade num momento como esse de total insegurança e de mudanças tão drásticas pode parecer loucura, mas saiba que ser feliz nada tem a ver com as circunstâncias externas e sim com uma visão de mundo e de si mesmo que dá superpoderes a quem decide ser feliz.
        Mas como? Como? Eu preciso saber!
        Sei que deve ser exatamente o que alguns de vocês devem estar pensando agora, mas não é tão complicado quanto parece, apenas é preciso que se esteja disposto a abrir mão de certas coisas. Por exemplo, é preciso deixar de lado a fantasia de que as coisas são eternas. Sabe, é fato de que nada é para sempre e brigar com isso é dar murros em ponta de faca, como dizem, só irá causar grandes feridas. Aquele emprego pode não mais existir, aquela condição financeira pode ser afetada, aqueles planos podem ser completamente irrelevantes no momento, mas e daí, você se resume ao emprego, a dinheiro, a uma ideia ou você é alguém que pode superar tudo isso e dar a volta por cima experimentando uma grande satisfação?
        Tenho certeza de que se pensar bem, verá que é muito mais do que imagina. A vida é o que é, sempre repito isso, mas você é alguém que pensa, é capaz de refletir e, principalmente, é capaz de se adaptar e tomar as atitudes adequadas às circunstâncias e virar o jogo.
        Porém, para que isso seja possível é preciso ter em mente algumas coisas, nunca meça a sua vida pela dos outros, ou seja, seus problemas, suas soluções, isso quer dizer que não se deve comparar-se com o outro no sentido de se ver melhor ou pior pelo simples fato de que as suas circunstâncias e condições não são as mesmas do vizinho, então se abandonar essa ideia, essa prática, já se sentirá melhor e perceberá um grande alívio, o que é muito bom, pois estar focado na sua própria vida lhe dá condições de identificar o problema e buscar soluções. Em vez de se comparar com o outro, procure se aprimorar, melhorar a qualidade do que faz, tendo em vista que é sempre importante dar o seu melhor sempre e tendo em mente que esse melhor deve ser sempre analisado diante da situação presente, ou seja, o que você pode fazer de melhor no momento, pois já sabemos que não controlamos tudo, a não ser a nós mesmos.
        Aprenda de uma vez que as coisas boas da vida estão aí para todos nós e que elas não dependem de status nem dinheiro, mas de uma boa vontade que podemos desenvolver.
        Outra coisa muito importante, descubra-se, saiba quem é realmente, saiba exatamente o que lhe traz bem-estar, pois isso pode fazer uma enorme diferença e certamente irá proporcionar uma enorme economia de energia, pois fará com que se dedique ao que realmente importa em vez de perder tempo com tudo o que lhe é supérfluo.
        Busque um ambiente de confiança, olhe para o lado e identifique aqueles com quem pode contar, revelando suas verdadeiras intenções e se mostrando disposto a retribuir e dar suporte àqueles que estiverem dispostos a estar com você. Veja que em momento de crise essa atitude pode ser muito útil, imagine formar um grupo de familiares, ou amigos e criar um ambiente de amparo e socorro aos que por ventura precisarem, isso traria um conforto para a superação de dificuldades e até oportunidades, pois juntos somos sempre mais fortes.
        À medida que fazemos esses pequenos ajustes na percepção do mundo e na maneira como pensamos em relação ao outro e a nós mesmos, nos aproximamos cada vez mais da felicidade, que não é algo a ser possuído, mas um estado a ser vivenciado e que pode permanecer por toda a nossa existência, independente de qualquer mudança, um superpoder que nos torna imbatíveis em qualquer circunstância de nossas vidas.
        Fica a dica, ajustar-se para ser feliz, porque felicidade é aqui e agora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre-se Das Aparências

Mudando o Foco

O Poder Da Renúncia