Por Que Meditar?

        A meditação é uma prática milenar, originalmente da tradição hindu, e também de escolas filosóficas como o Yoga e o Budismo, por exemplo.
        Meditação não significa controle da mente, mas sim um processo de transformação em que a mente se torna mais clara e objetiva.
        Nas culturas orientais, a meditação é um meio de ampliar a consciência e perceber a realidade da nossa existência, interiorizando os valores filosóficos transformadores do ser humano para, então, se atingir a iluminação ou libertação.
        Apesar das diferenças culturais do oriente e ocidente, o fato é que os efeitos benéficos da meditação são inúmeros, por exemplo: auxiliar no controle da dor crônica, redução de estresse e ansiedade, auxiliar no controle da pressão arterial, etc.
        A meditação contribui para a plasticidade do cérebro, que é a capacidade que o cérebro tem de se adaptar seja com novas conexões ou com a produção de novas células cerebrais, funcionando como um treinamento para o cultivo de hábitos saudáveis da mente que passam a formar um novo padrão gerando bem-estar.
        Existem diversos tipos e técnicas de meditação, mas basicamente quando falamos de meditação, falamos de samatha e vipassana (meditação serena e do insight).
        Samatha, meditação serena, é uma espécie de preliminar, pois acalmar a mente e seus pensamentos é pré-requisito para poder desenvolver a meditação insight, vipassana, que de fato possibilita uma transformação da mente.
        A meditação vipassana é, a meu ver, um segundo passo, pois é preciso ter calma e tranquilidade para só então ver as coisas como elas são.
        Através da meditação é possível nos aproximarmos da realidade da nossa existência e do mundo em que vivemos, é possível também aumentar nossa concentração e foco e assim desenvolvermos a capacidade de agir adequadamente para que possamos, a partir da transformação interna, também transformarmos o mundo em um mundo melhor.
        Então, vamos meditar?
        Num lugar tranquilo, relaxe e observe seu corpo, sua respiração, sem julgamentos, apenas isto.
As visualizações ajudam a manter o foco, a concentração. Os mantras, protetores da mente, são de grande utilidade, mas isso fica para depois, o importante é começar, todos respiram e todos conseguem observar, então comece por aí.
        Comece aos poucos, com 5 min diários, até 20 min ou o tempo que lhe convier. Conforme sua concentração for aumentando, identifique o que acontece dentro de si e como isso lhe afeta, procurando interiorizar os conceitos que considera importantes para melhorar sua vida.
        Pratique e assim fará as pazes com a sua mente, descobrindo seu ser interior.
        Fica a dica, meditar para ser feliz, porque felicidade é aqui e agora.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre-se Das Aparências

Mudando o Foco

O Poder Da Renúncia